Home / Blog / 6 Erros de Fluxo de Caixa que você não pode cometer
23 de maio de 2018

6 Erros de Fluxo de Caixa que você não pode cometer

Um dos principais aspectos que devem ser gerenciados em sua empresa é o fluxo de caixa. É através dela que o empresário poderá organizar os gastos de sua empresa, ajudando a administrar os recursos e auxiliando na tomada de decisão.

 

Separamos alguns dos erros mais comuns dos empresários e que você não deve cometer:

 

1) Misturar conta da pessoa física com a da pessoa jurídica

 

Pode parecer um erro banal e que não impactará em nada o fluxo de caixa de sua empresa, mas acreditem, esse erro é um dos maiores vilões para manter um bom fluxo de caixa. É um grande problema porque você não conseguirá distinguir o que é despesa da sua empresa, não conseguirá identificar onde poderá reduzir/otimizar seus custos, não saberá quanto de fato está sobrando no seu caixa e pior não conseguirá identificar se sua operação está tendo lucro ou prejuízo.

 

Trabalhe com contas separadas, hoje existem diversos bancos digitais que não cobram tarifas de manutenção de conta física ou conta jurídica, então custo não pode ser mais uma desculpa. Faça um bom planejamento de quanto deve ser sua retirada mensal para sua conta pessoa física e inclua no seu planejamento de fluxo de caixa.

 

2) Deixar de registrar todas as movimentações

 

Não importa se o valor é baixo ou alto, todas as movimentações de entrada e saída devem ser registradas no seu caixa. Somente com esse nível de controle você conseguirá saber para onde vão os seus gastos, quanto você gasta no total com as pequenas coisas e onde exatamente você poderá economizar.

 

Uma pequena diferença de R$ 7,50 no caixa diária parece inofensivo, certo? Mas quando olhamos ao longo de um ano estamos falando num valor acumulado de R$ 2.700. Investindo esse valor numa aplicação de baixo risco, teríamos algo em torno de R$ 160 de rendimento. Não parece tão pouco agora, parece?

 

3) Confundir vendas com entrada de caixa

 

Você ter realizado uma venda de R$ 1.000 hoje, não significa que ela deve entrar diretamente para o seu caixa. Essa venda pode ter sido realizada com prazo de 30 dias, parcelada em 10x. Isso significa que na primeira opção você só terá disponível esse dinheiro após os 30 dias, isso se o cliente não atrasar ou pior não te pagar.

 

O ideal é aguardar para que os recebimentos sejam concretizados para considerá-los como uma entrada no caixa.

 

4) Utilizar categorias genéricas

 

Evite utilizar categorias como "Outras Entradas", "Entradas Diversas", "Saída Diversas" e assim por diante. A categorização das contas, serve justamente para você entender onde o seu dinheiro está sendo gasto ou a forma que ele está entrando em sua empresa.

 

Você necessita ter categorias muito bem definidas para que no final você consiga fazer uma análise ou segregá-las de modo que seja possível elaborar um plano de ação.

 

5) Não se antecipar a problemas

 

Você está percebendo que o mercado está desaquecendo, que seus clientes estão começando a atrasar pagamentos. Se prepare e planeje para possíveis situações como essas. Você precisará fazer um empréstimo? Já sabe onde consegue buscar créditos com menores taxas? Você consegue retirar de alguma aplicação?

 

São várias as possibilidades que você pode tomar, porém para isso precisa se antecipar a possíveis problemas que possam aparecer.

 

6) Deixar de fazer a conciliação do cartão de crédito ou boletos

 

Nos dias atuais, grande parte das vendas é realizada via cartão de crédito/débito e muitos empresários acabam não fazendo a conciliação dos valores que foram vendidos com o que entraram devidamente em sua conta. Os motivos podem ser diversos, preguiça, desconhecimento, falta de tempo, etc.

 

Para fazer a conciliação você deverá verificar se seu controle de vendas está igual ao registrado no portal das operadoras/bancos e conferir também se tudo que estava previsto para ser pago, entrou devidamente em sua conta. As operadoras/bancos podem cometer erros e acabar deixando de fazer um lançamento a você e essa conciliação garante exatamente isso.

 



Av. das Americas, 1321 CEP: 83820-023
Eucaliptos | Faz. Rio Grande | Paraná | Brasil
Fone/Fax:41. 3060-8049 | plastilit@plastilit.com.br

2013 - PLASTILIT - Todos os direitos reservados - By Totalize Internet Studio.